Quando o assunto é empreender no exterior um dos países mais populares são os Estados Unidos.

Apesar da mitologia do sonho americano ainda atrair muitos empreendedores, o endurecimento das políticas migratórias e as diversas exigências do governo norte-americano tem deixado pouco espaço para novos negócios estrangeiros no país.

Porém, existem outras possibilidades até mais interessantes para quem pensa em empreender no exterior, e uma das delas é Macau.

Macau é um território administrativo chinês constituído por uma península e duas ilhas que funcionava com um entreposto comercial entre Europa e Ásia. Seu posicionamento geográfico estratégico tem atraído, principalmente, investidores que desejam se popularizar no mercado asiático ou que trabalham com exportação.

É o seu caso? Então confira, a seguir, as principais vantagens de empreender em Macau!

Economia estável

O cenário econômico norte-americano em 2019 está cercado de incertezas, principalmente no que diz respeito ao comércio exterior.

e tire suas dúvidas sobre Direito Digital, Direito Empresarial e tecnologia com os advogados da Assis e Mendes.

Já Macau apresenta uma economia sólida e um crescimento bastante estável de alguns anos para cá. O país mantém laços econômicos com mais de 100 países e regiões em todo o mundo e níveis de inflação e desemprego muito bem controlados.

Identificação com países de língua portuguesa

Macau foi colonizado e administrado por Portugal por mais de 400 anos. Por conta disso, o português ainda é um idioma relativamente popular e existem algumas iniciativas voltadas para os países lusófonos, como o Brasil.

O Centro de Intercâmbio e Inovação e do Empreendedorismo para Jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa, por exemplo, foi criado em 2017 com foco em promover a troca de experiências e favorecer a chegada de novos empreendedores no país.

Há ainda feiras como a anual Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (PLPEX) que ajuda a estreita os laços com empreendimento de países lusófonos.

Incentivos tributários

Quem quer empreender no exterior normalmente encontra dificuldade com os altos tributos. Mas em Macau é diferente.

O território oferece diversos incentivos fiscais aos investidores que queriam contribuir com o desenvolvimento local. Há isenções de até 100% nas taxas de indústria e até 50% em outros tributos.

Quem quer empreender no exterior encontra em Macau facilidades para conseguir empréstimos e subsídios para construir, reformar ou adquirir instalações, equipamentos e softwares necessários para o empreendimento.

Há ainda incentivos financeiros mais específicos, como uma medida que recompensa os novos empresários que contratarem pessoas desempregadas ou realizarem eventos e exibições no país.

Diversas opções para estruturação de sociedades

Via de regra, existem três opções populares para quem deseja estruturar sociedade nos Estados Unidos: General Partnership (a mais simples, formada com dois ou mais pessoas físicas), a Limited Partnership (formada por sócios gerais e limitados) e a Limited Liability Partnership (todos os sócios são limitados).

Macau conta com pelo menos seis modelos de sociedades gerais e limitadas: Empresa de Responsabilidade Ilimitada, Mista por Quotas, Mista por Ações, Limitada por Quotas, Limitada por Ações e Limitada por Único Proprietário.

Programas para novos empreendedores

Enquanto em países como os Estados Unidos é necessário ter um grande volume de capital e experiência, Macau está muito interessado nos jovens empreendedores com ideias inovadoras.

O território chinês tem uma série de programas de incentivo que buscam atrair e capacitar jovens empresários para o país chamada Youth Entrepreneurs Aid Scheme. A iniciativa beneficia alguns empreendedores com um subsídio para que comprem equipamentos, remodelem o negócio, adquiram direitos sob tecnologias novas e outras iniciativas que os permitam alavancar suas empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here